domingo, 8 de Novembro de 2009

A.1- As etapas do processo de investigação científica

Etapas de investigação





Nome do Autor: Quivy, Raymond; Campenhoudt, Luc van (2008)
Título: Manual de investigação em ciências sociais
Edição: Gradiva

Num processo de investigacao o individuo para obter informações sobre determinado trabalho de analise atravessa por diversas barreiras para obter informação,para ultrapassar estas barreiras o individuo tem de arrajnar um extrutura de investigação eficaz para conseguir obter a informação que deseja.
O individuo devera adptar o processo em investigação científica, que tem um conjunto de etapas todas elas interligadas, este processo de investigação serve de guia e não limita a informação.
O processo de investigação cientifica tem três actos e nesses mesmos actos encontram-se sete etapas de investigação:

Estratégias de investigação

A Ruptura
É a primeira fase da investigação em que o cientista deverá fazer uma ruptura com os perconceitos e as falsas evidências que a realidade social tão proxima dos individuos propociona-é o acto indespensável para o estudo.
Podemos encontrar neste acto três etapas:
Etapa 1 – Formular um problema a estudar-O que quero estudar?O que quero saber?
A formulação do problema a estudar pode ser feita através de uma pergunta de partida que deverá ser,tanto quanto possível, clara, precisa, concisa e unívoca,exequível, realista, pertinente, assentar no essenciale não ser filosófica,ideológica ou moralista.
Etapa 2 – A Explorar informação que possa servir de base para um conhecimento, mesmo insuficiente,do problema em estudo.Através de entrevistas, leitura de textos e outras informações consideradas úteis, o cientista procura os dados necessários para a estudar o problema.Nesta etapa, é particularmente importante a sensibidade por parte do cientista para uma certa selectividade da informação que geralmente é abundante e pode distrair o investigador do que é verdadeiramente relevante.
Etapa 3 – A Problemática
É o processo que passa pela síntese da informação recolhida,através de grelhas de leitura e registos de conclusões.Esta tarefa permite arrolar o que sabe sobre o problema a estudar. Por outro lado, as entrevistas poderão acrescentar outro tipo de informação, mais específica que completará as leituras feitas. Leituras e entrevistas poderão fornecer ao cientista algumas pistas a investigar que, com a ajuda um quadroteórico, poderão começar a ser estudadas.As teorias são instrumentos importantes na investigação por contribuírem referências com que podemos contar para explicar ou não o nosso problema.Também é possível construir novas teorias, mas também estas deverão ser sujeitas à comprovação cientifica.

A Construção
Esta fase encontra-se em segundo lugarace,o cientista deve conceber um modelo de análise que constituirá o quadro teórico de referencia.
Neste acto só existe uma etapa:
Etapa 4 – A Construção do Modelo de Análise
A partir desta etapa,o investigador deverá formular possíveis explicações para o seu problema-as hipóteses explicativas-construindo o seu modelo de análise.A identificação de conceitos, variáveis e sua articulação com as hipóteses explicativas será o modelo de análise a testar na etapa seguinte, ou seja, munido de uma possível explicação sobre o fenómeno a investigar, o cientistairá avaliar a sua validade.

A Verificação
Esta ultima fase de verificação visa testar os factos analisados, para comprovar se estes são cientificos ou não.
Etapa 5 – A observação
Nesta fase o individuo irá procurar novos elementos que lhe permitam testar a sua hipótese explicativa. A observação é assim a recolha de mais informação que poderá ser feita através de variadas técnicas, como,por exemplo,inqueritos por questionário, entrevistas e entre outras formas de analise.
Etapa 6 – A Análise das Informações
Nesta etapa o investigador irá confrontar os novos dados recolhidos com a sua hipótese explicativa.
O investigador deve "fazer os dados falarem":
  • Medindo as relações entre as variaveis;
  • Comparando resultados observados;
  • Procurando o significado para as diferenças.

Etapa 7 – As Conclusões

Por ultimo, o investigador terá de concluir sobre a validade da sua hipótese explicativa.Se for válida, terá encontrado uma explicação cientifica para o seu problema;caso a hipótese não se mostre valida, o cientista deverá recomeçar o seu trabalho fazendo novas observações e procurando novas explicações a testar.










Sem comentários:

Enviar um comentário